> Serviços

Terapia das Relações Conjugais

Contato num click

WhatsApp.png

Um relacionamento é palco para muitos desafios, mas isso é bom. São duas pessoas muito diferentes, cada uma com uma história, gostos, preferências, valores diferentes, feridas emocionais não curadas, formas de processar informações, atitudes, crenças e objetivos nem sempre iguais. Mas a arte de se relacionar estimula o casal aprender a administrar as fortes emoções que emergem em meio a todas essas diferenças e juntos enfrentarem o desafio de se tornarem mais engajados e preparados emocionalmente.

qual é o maior desejo de todo casal?

A possibilidade de viver um relacionamento conjugal perfeito é o desejo de todo casal. Mas a realidade mostra que as coisas não são bem assim. Relacionamentos são complexos por natureza e manter um casamento saudável e feliz ao longo do tempo dá trabalho e às vezes é uma tarefa bastante difícil. Nas palavras de Fawn Weaver (2014) “um grande casamento não é algo que simplesmente acontece, é algo que deve ser construído”.

Casais afetuosos, solidários e apaixonados também vivenciam momentos não tão perfeitos. Eles também discutem e em determinados momentos se veem em conflitos de difícil resolução, seja no aspecto emocional, sexual ou relacional. Isso porque a capacidade de enfrentar problemas não é o mesmo que resolvê-los. Os relacionamentos são desafiadores e trabalhosos porque nos fazem muitas exigências. 

Além disso, muitas pessoas hesitam em participar de uma terapia conjugal ou sexual em função da dificuldade que encontram em falar sobre suas dúvidas, inseguranças, sentimentos conflituosos e especialmente expor questões íntimas. Por outro lado, nem todo mundo que procura a terapia realmente deseja lidar com os seus verdadeiros sentimentos. Para muitas dessas pessoas, o objetivo é simplesmente fazer com que seus problemas desapareçam. Essa percepção equivocada, agravada pela demora na procura por ajuda especializada contribui fortemente para a deterioração do relacionamento amoroso.

por que a terapia das relações conjugais é importante?

Independente das demandas, desafios ou preocupações abordadas nas sessões da Terapia das Relações Conjugais, conjuntas ou individuais, nossos clientes são orientados em relação à melhor forma de conduzir a comunicação. Também são incentivados a expressarem seus pensamentos, sentimentos e desejos em relação a si, ao outro e sobre o relacionamento de maneira clara e compassiva.

Nosso planejamento terapêutico contempla as bases para o desenvolvimento de um relacionamento conjugal positivo, tendo em vista ajudar os pares a aprimorar sua capacidade de estabelecer consenso nas decisões, assim como promover a satisfação e harmonia conjugal através do fortalecimento do grau de proximidade que os capacite a expressar o afeto, carinho e admiração mútuos.

​Conforme os parceiros aprimoram suas habilidades de comunicação, eles descobrem que a conexão se aprofunda e se fortalece. Eles se tornam mais hábeis em resolver divergências e solucionar problemas e a suportar situações desafiadoras com mais tranquilidade. Por fim eles passam a cooperar com mais eficácia e a experimentar maior satisfação em seu relacionamento.

A Terapia das Relações Conjugais é uma abordagem terapêutica, combinada com a terapia sexual positiva, criada com o propósito de realizar intervenções positivas, individuais e com o casal, de formas a ajudá-los explorar suas competências e habilidades na construção e ampliação das emoções positivas, fortalecer os aspectos saudáveis dos cônjuges, reconhecer as forças pessoais e lançar mão de recursos individuais que contribuam para a construção de um relacionamento conjugal positivo, independentemente da orientação sexual ou estado civil.

Como funciona a terapia das relações conjugais

A complexidade e dinâmica da vida na atualidade torna igualmente complexa e dinâmica a vida conjugal. Os casais hoje enfrentam situações desafiadoras no relacionamento, muitas vezes de difícil resolução em função dos inúmeros fatores intrinsecamente envolvidos.

Igualmente a terapia de casal não consegue acompanhar essas demandas através de uma única abordagem. É fundamental que se compreenda a multiplicidade de olhares e investigações que moldaram tendências e revelam potenciais no campo da terapia de casal.

Atento à essa demanda, o Instituto ISA aprofundou o estudo das inúmeras abordagens para a terapia de casais. Reuniu as importantes contribuições disponíveis e elaborou um consolidado a partir dos recursos, técnicas e ferramentas da Psicologia Positiva, Mindfulness Funcional e Terapia Sexual, dando origem ao modelo de Terapia das Relações Conjugais.  

A estruturação inovadora aplicada revoluciona a terapia de relacionamento. Aqui a própria relação é o cliente. Dessa forma o casal é orientado em como mudar suas respostas individuais para fortalecer o vínculo emocional e estabelecer ligações harmoniosas e seguras.

A abordagem utilizada na Terapia das Relações Conjugais considera em seu escopo as características breve e focal atribuídas às demandas sexuais em seus aspectos disfuncionais e/ou inadequações sexuais. Igualmente considera as características intrínsecas da personalidade de cada um em seus aspectos comportamentais e emocionais. 

Nosso planejamento terapêutico contempla abordagens relacionadas aos seguintes aspectos:

Princípios de um relacionamento positivo: Esta abordagem envolve abordar áreas de conflito e equipar o casal com habilidades de resolução de problemas. Tem como objetivo melhorar a qualidade da amizade e o nível de intimidade entre os pares.

 

assertividade nos gestos, atitudes e palavras e pensamento: A Assertividade GAPP é fator preponderante em um relacionamento romântico, tanto para manter o senso de identidade dos pares quanto para que o relacionamento prospere e seja saudável. Esta abordagem inclui o modelo ACL (Consciência, Coragem e Amor). Esta ferramenta do Mindfulness Funcional inclui promover melhorias eficazes de comportamento para o fortalecimento das relações conjugais e promoção de intimidade, proximidade e conexão do casal.

 

emoções positivas no relacionamento: Esta abordagem está relacionada ao exame das intervenções que contribuem para o desenvolvimento de práticas que favorecem o cultivo de emoções positivas no relacionamento. Os pares são estimulados a moldar o comportamento, reforçando comportamentos positivos que promovem estabilidade e satisfação, ao mesmo tempo que desencoraja comportamentos que fomentam a negatividade.

 

linguagens do amor: Aqui os pares são estimulados a conhecerem um poderoso veículo de comunicação para transmitir o amor conjugal e a desenvolver em si o que for necessário para o perfeito entendimento da forma como cada um entende e expressa o amor.

 

Cognição emocional: Esta abordagem diz respeito ao desenvolvimento de características positivas essenciais  que são pessoalmente enriquecedoras, alinhadas com diversos resultados positivos para si mesmo e o outro. Envolve focar nos aspectos positivos que contribuem para o fortalecimento do relacionamento.

termo de aceitação e compromisso - tac

Vinculado ao programa de Terapia das Relações Conjugais, o TAC associa processos de aceitação e atenção a processos de comprometimento e mudança de comportamentos. A realização desses processos, através de ações objetivas, possibilitará ao casal superar obstáculos e desafios existentes e investir no pleno potencial de seu relacionamento.

O TAC tem seu pilar centrado no cultivo da Atenção Plena e seu objetivo visa maximizar as potencialidades dos pares para a construção de uma vida plena, a partir do compromisso na realização das atividades sugeridas em sessão.