Assertividade GAPP

Contato num click

WhatsApp.png

"Ser assertivo é uma conquista do eu ao se firmar, primeiramente, perante si mesmo. O equilíbrio do EU será autossustentável se a mente estiver limpa de máscaras e disfarces de culpas da não perfeição. A assertividade se sustenta no seu perdão."(Martins, Vera, 2017)

Assertividade é a postura afirmativa diante das inúmeras situações às quais nos sujeitamos todos os dias. Ser assertivo está relacionado não ao que é certo ou errado, mas à forma pessoal de lidar com os problemas, expor e defender as próprias opiniões. Em outras palavras, a assertividade é a arte de defender o nosso espaço vital sem recuar e sem agredir. Espaço vital é qualquer um dos seus espaços: físico, mental, emocional.

 

Comportamento assertivo é aquele que torna a pessoa capaz de agir em seus próprios interesses, a se afirmar sem ansiedade indevida. É a capacidade de expressar seus sentimentos, opiniões, crenças e necessidades de forma direta, aberta e honesta. Significa ser capaz de exercitar seus próprios direitos, ao mesmo tempo em que respeita os direitos e as opiniões dos outros.

Aplicando a assertividade GApP (Gestos, Atitudes, palavras e Pensamentos)

Assertividade_edited.jpg

Uma comunicação eficaz compreende a assertividade tanto nos gestos como nas atitudes, palavras e pensamentos. Esta é uma forma eficiente de desenvolver uma comunicação positiva que lhe permitirá evoluir mais rápido na arte da comunicação verbal e não verbal.

A arte da comunicação na assertividade GAPP está em você saber se sentir bem ao dizer SIM e igualmente ao dizer não. É saber que nada é definitivo porque você não precisa acertar sempre, nem dar satisfação a todos, por tudo.

Ao estar alinhado no método GAPP você será capaz de compreender que todo esse processo tem muito mais a ver com não ser tendencioso nem impulsivo – justamente por isso, essa habilidade se manifesta de forma madura, fundamentada e credível. Isso é pura Inteligência Emocional, você saberá ser pacífico sem ser passivo.

Modelo ACL (Consciência, Coragem e Amor)    Kanter, 2018

O comportamento assertivo inclui:

 

 Ouvir as opiniões dos outros e responder apropriadamente, concordando ou não com essas opiniões. 

 Aceitar responsabilidades e ser capaz de delegar a outras pessoas. 

 Expressar regularmente apreciação dos outros pelo que eles fizeram ou estão fazendo.

 Ser capaz de admitir os erros e pedir desculpas.

 Manter o autocontrole.

 Comportar-se como igual aos outros. 

assertividade no relacionamento conjugal

A assertividade é crucial por manter o senso de identidade própria e a do seu par. A partir desse entendimento é possível, ao casal, construir um relacionamento saudável e próspero através de uma relação madura de interdependência e não de dependência e independência.

A relação de dependência implica imaturidade ou incompetência de uma das partes para assumir a responsabilidade por seus atos, necessitando do apoio de outra pessoa para atingir um resultado.

Pessoas imaturas do ponto de vista emocional normalmente se

Como sugerir terapia sexual para o seu parceiro.jpg

sentem mais confortáveis em relações dependentes.  Diante de situações de conflito, elas reagem para se defender, não assumem responsabilidades e colocam a culpa do problema no seu par. Também podem manifestar reações passivas, pedindo desculpas até por ações que não são de sua responsabilidade.

Por outro lado, a relação de independência implica uma posição autossuficiente para atingir um determinado objetivo. A pessoa assume uma postura independente, quando na verdade deveria posicionar-se de forma interdependente. Esse erro de percepção acarreta conflitos no relacionamento conjugal.

É comum ao “marinheiro de primeira viagem” pretender impor em seu relacionamento a continuidade dos padrões de comportamento e rotinas que mantinha antes do casamento, agindo e se comportando como quando solteiro.

A relação de interdependência, por sua vez, é saudável, porque as duas partes têm consciência dos seus papéis e sabem no que, quando e como afetam positiva ou negativamente a outra parte. Uma pessoa com postura interdependente admite, com naturalidade, quando depende de alguém, assim como assume sua independência, sem nunca perder de vista o relacionamento e a pessoa com quem convive.

Na prática, a assertividade em um relacionamento é demonstrada por comportamentos como:

Falar aberta e honestamente sobre seus sentimentos. Pessoas assertivas não deixarão os problemas piorarem, mas falarão sobre eles desde o início e explicarão por que há um problema. Na maioria das vezes, elas também serão capazes de reconhecer antecipadamente as áreas problemáticas em potencial e evitá-las.

Ouvir seu par e fazer um esforço para entender o ponto de vista dele também. Uma parte fundamental de mostrar respeito por alguém é ouvi-lo e buscar entender sua perspectiva. Esta é uma parte importante da empatia e, portanto, da inteligência emocional.

Ser grato quando seu par faz algo por você, por menor que seja. Relacionar-se tem a ver com dar e receber.

Admitir seus erros, pedir desculpas e se desculpar por eles. Isso incluirá qualquer situação em que você os tenha cometido, porque isso claramente não foi deliberado.

Compartilhar responsabilidades com seu par e trata-lo como igual. Segue-se que você também considera a reciprocidade do tratamento.