Orientação Sexual

Contato num click

WhatsApp.png

o que é importante saber sobre as questões de gênero?

A sexualidade é influenciada pelas normas de gênero. As expectativas sociais ligadas ao gênero influenciam a maneira como as pessoas se comportam e isso inclui suas atitudes, sentimentos e essencialmente seu comportamento sexual. Essas expectativas se baseiam numa perspectiva biológica de duas categorias de pessoas, homens e mulheres, e que elas se comportam de maneira diferente com base em seu sexo biológico.

Entretanto, numerosos estudos estabeleceram que o sexo não é apenas masculino ou feminino. Em vez disso, é um "continuum" que emerge da composição genética de uma pessoa. No entanto, persistem equívocos de que a atração pelo mesmo sexo é uma escolha que justifica a condenação ou conversão e leva à discriminação e perseguição.

O comportamento sexual é amplamente diverso e governado por mecanismos sofisticados em todo o reino animal, a qual também fazemos parte. Tal como acontece com outros comportamentos complexos, não é possível prever a sexualidade olhando para uma sequência de DNA como se fosse uma bola de cristal. Esses comportamentos surgem de constelações de centenas, talvez milhares, de genes e como eles são regulados pelo ambiente, ao longo da nossa jornada evolutiva.

Existem hoje evidências esmagadoras de uma base biológica para a orientação sexual que é programada no cérebro antes do nascimento com base em uma mistura de genética e condições pré-natais, nenhuma das quais o feto escolhe.

o que dizem as pesquisas e estudos atuais?

Em uma edição de 2019 da revista Science, a geneticista Andrea Ganna, do Broad Institute of MIT e Harvard, e seus colegas, descreveram a maior pesquisa até agora para genes associados ao comportamento do mesmo sexo. Ao analisar o DNA de quase meio milhão de pessoas nos Estados Unidos e no Reino Unido,

O estudo mostra que os genes desempenham um papel pequeno e limitado na determinação da sexualidade. A herdabilidade genética - todas as informações armazenadas em nossos genes e passadas entre gerações - podem explicar apenas um pequeno percentual dos possíveis motivos pelo qual as pessoas têm relações do mesmo sexo.

Além disso, os pesquisadores descobriram que milhares de genes fazem pequenas contribuições para as características da sexualidade. Tais características podem, inclusive, ser fortemente influenciadas pelo ambiente, o que significa que não há um vencedor claro neste debate “natureza versus criação”.

Em sentido amplo, as pesquisas e estudos tendem a demonstrar que a sexualidade não pode ser determinada unicamente pela biologia, psicologia ou experiências de vida de forma isolada. Este estudo e outros mostram, que a questão sexual humana é muito mais abrangente e envolve todos esses aspectos dentro de um complexo contexto biopsicossocial.

Andrea Ganna, autora principal e líder do grupo do Laboratório Europeu de Biologia Molecular no Instituto de Medicina Molecular da Finlândia, disse que a pesquisa reforça o entendimento de que o comportamento sexual do mesmo sexo é simplesmente "uma parte natural de nossa diversidade como espécie".

A identidade sexual existe em um amplo espectro. Há muitas maneiras pelas quais as pessoas expressam e descrevem suas atrações românticas, físicas e/ou emocionais para outras pessoas, porém todos são únicos na forma como experimentam (ou não sentem) essa atração. Assim, uma pessoa, apesar de possuir a biologia masculina, por exemplo, têm um senso subjetivo profundo de si mesmo como mulher. Alguns podem optar por passar por uma transição médica para tornar seus corpos mais parecidos com os corpos femininos, mas alguns não. Algumas pessoas podem continuar a se vestir e se apresentar de maneira estereotipicamente masculina - até mesmo mantendo os pelos faciais - enquanto afirmam possuir a identidade de gênero feminino. Isso também vale para as mulheres.

Identidade de gênero.png

Para melhor compreensão sobre identidade sexual dentro do contexto do sexo biológico, identidade de gênero, orientação sexual e papel sexual, elaboramos a seguir uma sequência de perguntas e respostas sobre cada uma dessas questões e esperamos poder contribuir para um melhor entendimento sobre esse importante aspecto da sexualidade.

Pessoas que visitaram esta página também visualizaram: