Relacionamento Positivo – 10 Hábitos que unem o casal

Atualizado: 18 de jan.

Tempo de leitura: 10 minutos

O relacionamento será sempre “eu”, “elx” e “nós”. “Elx” se apaixonou por você, certo? Foi o seu “eu” quem o(a) atraiu. Então você precisa estar conectadx com esse “eu” por quem “elx” se apaixonou. A utilização da letra “x” no final das palavras denota gênero à pessoa masculina ou feminina. Vocês dois (entenda-se “nós”), devem coabitar em um ambiente onde o respeito mútuo pela privacidade prevaleça sobre os interesses pessoais por entenderem ser esse o caminho para um relacionamento positivo e harmonioso. De fato, qualquer casal que deseje um casamento feliz deve estar engajado em práticas diárias que sejam saudáveis e voltadas para o engrandecimento do relacionamento → “nós” e das pessoas envolvidas → “eu” e “elx”.


10 hábitos que farão seu casamento florescer


Este artigo contém:

Relacionamento positivo – O Poder do “Bom dia” A questão não é dar satisfação e sim demonstrar afeto Ressaltar carinho e admiração – Pilar para um relacionamento positivo Exercendo a empatia para construir um relacionamento positivo Assertividade nos Gestos, Atitudes e Palavras Ter propósito na vida Relacionamento positivo nos momentos a sós Praticando a interdependência Cumprimentando-se ao final do dia Boa noite! com gratidão Uma mensagem para levar para casa

 

1. Relacionamento positivo – O poder do “Bom dia”


Ao acordar, a dica é tirar uns minutinhos para ficarem abraçadinhos com um afago desejando bom dia um para o outro. Entretanto se por algum motivo não puderem estar juntos logo pela manhã encaminhe uma mensagem desejando um bom dia. Um começo de dia assim deixará o seu par honrado e com a certeza de o quão um é importante na vida do outro. Com toda a certeza, um relacionamento positivo começa com um bom dia.


2. A questão não é dar satisfação e sim demonstrar afeto


Mesmo que saia para ir ao supermercado, padaria da esquina ou comprar algo perto de casa, avise o seu par. Por exemplo, “vou ali e já volto” ou um “tchau” seguido de um beijinho é uma forma de demonstrar afeto, consideração e respeito. Isso porque fica muito chato seu par procurar você dentro de casa e, do nada você sumiu. A união se fortalece através da segurança que um sente para com o outro.


3. Ressaltar carinho e admiração – Pilar para um relacionamento positivo


Depois de um tempo de relacionamento conjugal, existe uma tendência maior em focar os aspectos negativos do outro. Se relevantes, tais aspectos devem ser tratados com assertividade, em momento oportuno. Mas em sua grande maioria não passam de picuinhas provenientes de hábitos negativos que podem facilmente serem eliminados. Por isso, dê valor às pequenas coisas, elogie gestos, atitudes e palavras positivas do seu par e, em pouco tempo, o carinho e admiração do início da relação serão recuperados. Isso é verdade não só em relação ao outro “elx”, mas em você “eu” e também para “nós”, o relacionamento.


A dica é você treinar o seu cérebro a enxergar coisas positivas. Não enxergue atitudes como “faz mais que obrigação”, “é assim mesmo”. Assim sendo, sempre agradeça, fale o quão é importante poder compartilhar atividades comuns, estarem inteiros um para o outro, física e emocionalmente. Por certo, compartilhar carinho e admiração é um exercício diário que fortalece a união.


4. Exercendo a empatia para construir um relacionamento positivo


Um dos segredos para um relacionamento positivo é a empatia. Ou seja, você tem o potencial de alcançar o tipo de amor que sempre sonhou – profunda intimidade, bondade mútua, comprometimento real, cuidado com a alma – simplesmente por conta da empatia.


Observar as necessidades do seu par seja qual for o aspecto da vida e demonstrar o seu apoio é condição básica para se construir um relacionamento saudável e harmonioso.


5. Assertividade nos Gestos, atitudes e Palavras


Dialogar sobre o problema envolve assertividade nos gestos, nas atitudes e nas palavras. Significa saber ouvir, aceitação e respeito pelo que o outro é e não pelo que você deseja que ele seja. Lembre-se que a confiança e o comprometimento, mais o carinho e admiração são os pilares que sustentam os relacionamentos positivos e, portanto, fundamentais no gerenciamento dos conflitos.


A assertividade alimenta a intimidade e a intimidade desempenha um papel de fundamental importância na relação conjugal ao favorecer a continuidade da relação. A intimidade é construída ao longo do tempo e, para que se preserve, requer comunicação assertiva e muita criatividade.


6. Ter propósito na vida


Tenha Propósito na sua vida. Isso significa conquistas pessoais, objetivos, metas, autoaperfeiçoamento. As realizações elevam a autoestima. Mas elas devem ser realistas para não gerar frustração.

O respeito à individualidade é o caminho para que ambos tenham propósito de vida individual e assim poderem planejar juntos o propósito da vida conjugal.


Por isso conversem sobre o seus sonhos o que vocês podem concretizar para daqui 5 ou 10 anos. Por mais distante que possa parecer no momento, conversem como se estivessem vivenciando tal situação. Mas é importante não confundir objetivos de curto prazo com propósito de vida. Isso porque seu propósito de vida consiste nos objetivos centrais de motivação de sua vida, as razões pelas quais você se levanta de manhã. Pois é ele quem guia as suas decisões, influencia seu comportamento, molda metas, oferece um senso de direção e cria significado em sua vida.


7. Relacionamento positivo nos momentos a sós


Planejem semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente, que seja, um momento só para vocês dois. Use esse momento para brindarem a existência do outro. Conversem sobre tudo, e principalmente sobre a intimidade, sobre os desejos, anseios e fantasias.


Passar momentos sozinhos fortalece a relação, gera conexão, melhora a comunicação, além de reviver e alimentar os sentimentos do começo da relação. Essa prática é imprescindível para mantê-los íntimos e próximos.


8. Praticando a interdependência no relacionamento


Os conflitos começam a se dissipar quando o casal deixa de exaltar a total dependência, que pode levar a submissão ou a total independência que pode levar o casal a uma forma egoísta de agir deixando claro que um não precisa do outro.


Ambas: “total dependência” e “total independência” significam que a pessoa está voltada unicamente para o “eu”, não cabendo espaço para o outro “elx” e, muito menos para o “nós”. Em um relacionamento positivo é primordial levar em conta o significado da INTERDEPENDÊNCIA.

Veja …uma relação de interdependência é saudável, porque as duas partes têm consciência dos seus papéis e sabem no que, quando e como afetam positiva ou negativamente a outra parte. Portanto, uma pessoa com postura interdependente admite, com naturalidade, quando depende de alguém.


Sendo assim, O casal deve sentar-se e conversar sobre o que incomoda, levando em consideração que o relacionamento conjugal é uma trindade “EU, ELX e NÓS”. Observo que nos relacionamentos o NÓS é pouco usado. É importante deixar de lado aquele lance de apontar… você é culpado, você fez isso ou aquilo… a dica é partir para o NÓS.


Por exemplo: O que nós podemos fazer para melhorar isso ou aquilo? O que você sugere para melhorarmos tal coisa para que possamos ter tempo de qualidade? Estou com dificuldade em tal coisa… duas cabeças pensam melhor que uma, me ajuda?


9. Cumprimentando-se ao final do dia


Existem casais que passam o dia fora, ou o outro que fica em casa, normalmente a mulher, quando se encontram parecem que são dois desconhecidos. Nem há um cumprimento, um carinho, um beijo, um sorriso.


A maioria dos casais passam o dia fora exercendo suas atividades profissionais. Hoje, por conta da pandemia muitos trabalham em home office, outros assumem as atividades domésticas. O fato é que ao final da tarde quando ambos se encontram, parecem dois desconhecidos. Nem há um cumprimento, um carinho, um beijo, um sorriso.


Quando se cumprimentam – verdadeiramente – ambos estão demonstrando carinho e atenção para com o outro. Com sorriso nos lábios e brilho nos olhos, pergunte como foi o dia? Conversem brevemente sobre os pontos relevantes. Se tem filhos, igualmente os cumprimente e pergunte como foi o dia deles. Lembre-se que a demonstração de carinho e atenção deve ser a mesma para todos dentro de casa.


10. Boa noite! com gratidão


Da mesma forma que damos “bom dia”, também um “boa noite” é imprescindível, acompanhado de um abraço, um beijo e pelo desejo de bons sonhos.


Portanto, ao se deitar e antes de dormir é o momento ideal para se praticar a gratidão. Seja individualmente e mentalmente ou em conversa com o par até o sono chegar, é importante agradecer a oportunidade de realização e aprendizado ao lidar com situações desafiadoras, positivas ou negativas. Afinal é sempre importante agradecer pelas conquistas alcançadas, pelo que pode contribuir em prol das pessoas e comunidade.


A prática diária da gratidão nos permite extrair o benefício máximo de uma experiência. Isso porque ela reforça nossa autovalorização e autoestima. Além do mais nos ajuda perceber o quanto nós e os outros conquistamos. A gratidão pode nos permite desapegar hábitos negativos e com isso nos ajudar a enfrentar o estresse e adversidade. Por fim a gratidão nos ajuda a valorizar o que é mais importante em nossas vidas.


quão vocês são gratos do ocorrido do dia, dos aprendizados, das coisas maravilhosas que ficou sabendo, não somente coisas que envolvem a vida de vocês, mas no mundo a fora como notícias foram boas no coletivo, dar gratidão a isso é muito bom e se puderem passam para os seus filhos também.


Importante a hora de dormir é que vocês possam individualmente e mentalmente ou se quiserem falar um pouco cada um até o sono vir é praticar a gratidão. Refletir situações que vocês vivenciaram e o quão vocês são gratos do ocorrido do dia, dos aprendizados, das coisas maravilhosas que ficou sabendo, não somente coisas que envolvem a vida de vocês, mas no mundo a fora como notícias foram boas no coletivo, dar gratidão a isso é muito bom e se puderem passam para os seus filhos também.


Uma mensagem para levar para casa


Assim como tudo em nossa vida o relacionamento requer disciplina e essa se constrói através de hábitos saudáveis. Sabemos que relacionamentos são complexos por natureza. Em um relacionamento conjugal, isso é especialmente verdadeiro.


Um relacionamento positivo exige dedicação e desejo de fazer dar certo. Requer de um e de outro, domínio de natureza intra e interpessoal capaz de levar as pessoas envolvidas a escolhas construtivas sobre seu comportamento pessoal e sua interação com seu par, em seus diversos desdobramentos e nas mais variadas situações do cotidiano.


Cada um deve ser capaz de desenvolver habilidades suficientes para estabelecer uma comunicação assertiva, criar atividades que fortaleçam a conexão do casal, ser capaz de desativar crenças, mitos e julgamentos equivocados sobre sexo e sexualidade e saber lidar com os problemas mais difíceis ou emocionalmente desafiadores.



2 visualizações

> Serviços > Blog

Contato num click

WhatsApp.png

Blog do Instituto ISA