> Serviços >

Mindfulness Funcional

Contato num click

WhatsApp.png

Com tantas demandas de nosso tempo e mente, é preciso um esforço consciente para reservar um momento e nos permitir o tempo de que precisamos para explorar quem realmente somos. Mesmo quando arranjamos tempo, muitas pessoas não sabem como fazer isso de fato. A prática da meditação foi certamente reconhecida como um método fundamental que pode ajudar.

Atualmente se fala muito sobre mindfulness e meditação. A internet está inundada de informações sobre os benefícios de ambas. Ocorre que essas palavras são frequentemente usadas alternativamente, com pouca explicação sobre qualquer uma delas.

Embora estejam inter-relacionadas, mindfulness e meditação não são a mesma coisa. Uma compreensão básica das diferenças entre esses dois conceitos, nos ajuda a criar uma prática que atenda às nossas necessidades.

Mindfulness.jpeg

meditação vs mindfulness

A meditação pode ser definida como um conjunto de técnicas destinadas a estimular um estado elevado de consciência e atenção concentrada pelo qual alguém pode aprender a viver conscientemente. Por meio da prática da meditação, podemos buscar uma melhor conexão com nosso corpo nos momentos cotidianos que muitas vezes deixamos passar, e criar uma consciência mais forte de como nossas emoções influenciam nosso comportamento.

Também podemos pensar na meditação como uma ferramenta para desenvolver o mindfulness.

Mindfulness, cuja tradução é atenção plena, significa manter uma consciência momento a momento de nossos pensamentos, sentimentos, sensações corporais e o ambiente a nossa volta. Para Jon Kabat-Zinn, atenção plena é a consciência que surge quando estamos atentos propositalmente no momento presente, sem julgamento. Isso significa fazer algo com 100% de sua atenção e foco.

 

Dessa forma, a atenção plena pode ser desenvolvida enquanto você lava a louça ou toma banho. Você também pode praticar atenção plena ao ler um livro, comer com atenção, caminhar com atenção ou até mesmo conversar com atenção. Praticar a atenção plena informalmente significa se envolver em atividades cotidianas com a intenção de ser consciente.

 

Estar atento significa prestar atenção ao que está acontecendo na mente, no corpo e no ambiente ao redor e permanecer presente , ao mesmo tempo curioso e compassivo. É a habilidade de gerenciar a própria mente, para que você possa orientar a sua atenção de acordo com a sua vontade. Assim você vai perceber que você não é seus pensamentos.

 

A atenção plena é uma forma de ser que nos ajuda a viver mais plenamente e nos dá mais paz e bem-estar. A atenção plena não é apenas um estado de espírito, mas um estilo de vida. Com prática, podemos nos treinar para permanecer em um estado de consciência mesmo durante situações difíceis, como lidar com impulsos inúteis e destrutivos ou emoções avassaladoras. Resumindo numa frase, podemos dizer que:

atenção plena é uma habilidade; meditação é uma prática

Atenção Plena nos permite aceitar o que não podemos mudar e nos possibilita ver o que pode ser mudado. Também nos ajuda a desenvolver consciência de nossas ações e reações em situações específicas. Ao desenvolver a atenção pena, adquirimos a capacidade de responder ao nosso ambiente de maneira diferente. Ao invés de reagir num ato impulsivo, especialmente em situações que nos perturbam, agimos de forma consciente sem julgamento, nos colocando abertos e receptivos a diferentes perspectivas.

Há um reconhecimento crescente de que as terapias baseadas na atenção plena estão associadas a muitos benefícios para a saúde mental e outros atributos positivos, como autoestima e autoaceitação (Thompson & Waltz, 2007). As técnicas utilizadas também melhoram significativamente nosso bem-estar físico e nos ajudam a ver o mundo de forma diferente, crescer, florescer e viver uma vida mais plena e compassiva.

Esse é um caminho que nos permite construir uma vida com leveza e a desenvolver um senso de:

   Descobertas de novos valores e, principalmente, aflorar valores adormecidos

   Vitalidade e conexão com a vida;

   Saúde e bem-estar;

   Leveza e fluidez;

   Autocompaixão

O que torna a vida significativa são as conexões com valores firmemente mantidos durante as ações diárias, através da consciência no momento presente.

 

Benefícios do Mindfulness para sua vida.

 

   Redução da ansiedade;

   Redução do estresse;

   Redução de crises de insônia;

   Desenvolvimento da capacidade de memória;

   Melhora da autoestima;

   Conhecimento das próprias emoções;

   Aumento da criatividade (momento EUREKA)

   Desenvolvimento da inteligência emocional;

   Aumento na capacidade de concentração;

   Aumento da capacidade cognitiva;

   Atraso do envelhecimento do cérebro.

   Desenvolvimento social

  

Segundo Daniel Goleman: “A atenção plena é como se fosse um músculo mental. É como ir à academia. Se vai à academia e levanta pesos, toda vez que repete isso fortalece o músculo que está trabalhando. A Atenção Plena é uma habilidade que pode ser fortalecida da mesma maneira”, sendo assim o que você pratica, se fortalece. Nossas práticas moldam o nosso cérebro. Toda vez que você assimila o que é bom, constrói um pouco de estrutura neural. Fazendo isso algumas vezes por dia – durante meses ou até anos –, mudará gradualmente seu cérebro, e o modo como sente e age, muito além do que imagina.

No Mindfulness você aprende a não eliminar pensamentos, sensações e sentimentos desconfortáveis, mas sim treinar e desenvolver o cérebro através das práticas meditativas e assim ter a capacidade de se relacionar de maneira muito mais saudável com tudo o que acontece dentro de você, sem julgamento, com autocompaixão, nos acolhendo e aceitando seja o que for que estivermos experienciando.

uso terapêutico da atenção plena

A Terapia baseada na atenção plena para questões conjugais e sexuais tem sido uma das mudanças mais significativas no campo da Sexualidade Humana. Como resultado o Instituto ISA, instituiu na Terapia Sexual Positiva, Terapia das Relações Conjugais e no Programa de Desenvolvimento Emocional, práticas meditativas baseadas na atenção plena como forma de ajudar o cliente a desenvolver ações comprometidas na busca dos seus valores e propósito na vida.

Além de eficazes e amplamente aplicáveis aos variados tipos de disfunções sexuais, inadequações sexuais e problemas diádicos nos relacionamentos, a atenção plena é uma maneira agradável de aliviar o estresse e a ansiedade e pode ajudar o cliente a enfrentar melhor a vida e a se livrar das tensões do dia a dia.

De acordo com a Harvard Medical School , a meditação da atenção plena pode aliviar a ansiedade e o estresse mental. Pesquisadores da John Hopkins University examinaram mais de 19.000 estudos, 47 dos quais ajudaram a aliviar o estresse psicológico como a ansiedade (Corliss, 2019).

Um estudo feito pela Dra. Elizabeth Hoge, psiquiatra do Centro de Ansiedade e Transtornos de Estresse Traumático do Hospital Geral de Massachusetts, também descobriu que a meditação consciente ajuda as pessoas a suprimir os sintomas de ansiedade para aqueles com transtorno de ansiedade generalizada (Corliss, 2019).

Outro estudo feito em Harvard descobriu que a meditação consciente pode até mudar o cérebro em pessoas com depressão. A prática do mindfulness resultou na capacidade das pessoas de se desvencilhar dos pensamentos negativos com muito mais rapidez e a controlar melhor o estresse e a tensão, evitar a depressão e até mesmo baixar a pressão arterial.

Nosso Programa de Desenvolvimento Emocional integrado com a Psicologia Positiva e Atenção Plena se concentra na autoconsciência, no gerenciamento intencional das emoções e sentimentos, na compaixão e no reconhecimento das emoções e sentimentos das outras pessoas.

Para nós, uma vida significativa é construída a partir de uma conexão com valores que estão firmemente arraigados em nossas ações no dia a dia através da consciência do momento presente. Aprimorar essas habilidades e práticas nos ajudam a estar totalmente presentes e a agir intencionalmente em nossas vidas e relacionamentos.

Nossa experiência nos mostra que praticar a atenção plena também pode permitir que você se torne mais atencioso e deliberado, em vez de reativo em suas interações com os outros. A atenção plena nos leva a um caminho de bem-estar e clareza mental, e a uma maior capacidade de cuidar de nós mesmos e dos outros. Imagine sua vida com base em escolhas feitas com o coração que se alinham com seus valores essenciais. É isso que você obtém - na maioria das vezes - quando está atento.

mindfulness funcional

Mindfulness.jpeg

Por outro lado, nossa característica eminentemente social faz com que todo o processo de desenvolvimento intelectual, moral e emocional envolva sempre a nós mesmos e os outros. Somos seres sociais que prosperam em relacionamentos pessoais quando em contato com outras pessoas. O ambiente ao qual convivemos e o grupo ao qual pertencemos exerce forte influência na forma como sentimos, pensamos e nos comportamos.

Desse modo, todos nós precisamos de motivação, mesmo quando sabemos que algo é bom para nós. Seja se exercitando, comendo bem ou mesmo praticando a atenção plena, às vezes precisamos de apoio. Na verdade, praticar atenção plena num grupo organizado oferece uma oportunidade para aqueles que desejam iniciar essa prática, mas não conseguem realizá-la sozinhos.

A atenção plena em grupo é, portanto, uma forma de oferecer companheirismo, apoio e aprendizado que podem faltar quando se pratica

sozinho. A conexão espontânea daí resultante, a qual podemos denominar de “bolhas do bem”, une as pessoas engajadas no propósito comum de acolher e ser acolhida.

Atento à essa necessidade, Alan Pogrebinschi, mestre em Psicologia pela University of Derby (Inglaterra) criou o Mindfulness Funcional, onde foram mantidos os princípios originais do Mindfulness. Na visão de Alan, o Mindfulness Funcional é o “caminho do autoconhecimento através da amizade consigo mesmo e com os outros  a nossa volta”. Alan Pogrebinschi é membro da British Psychological Society e da Association for Contextual Behavioral Science.

Ter outras pessoas presentes durante uma sessão de atenção plena pode impulsionar nossa determinação e fornecer uma sensação de 'estamos nisso juntos', especialmente quando estamos propensos à distração. Reservar um horário e se comprometer com outras pessoas pode significar que temos mais chances de comparecer.

A plena atenção tem tanto a ver com nos conectarmos uns com os outros e com o mundo em que vivemos quanto com estarmos confortáveis ​​com a mente e o corpo.

talvez você se interesse também por: