Emoções Positivas no Relacionamento

Contato num click

WhatsApp.png

importância das emoções positivas

Parte de ser feliz é “sentir-se feliz”, momento a momento, ao longo de nossas vidas. Mas o que realmente significa "sentir-se feliz"? “Sentir-se feliz” é uma sensação de prazer, entusiasmo, encantamento, conforto. É a sensação de satisfação que temos quando emoções positivas acontecem em nosso caminho.

Para a Psicologia Positiva, uma vida conduzida com êxito em torno do cultivo de emoções positivas tem a ver com uma “vida agradável”. Elas são importantes para nós como pessoas e também são igualmente essenciais para construir e cultivar relacionamentos saudáveis e harmoniosos.

Ocorre que não só as emoções positivas, mas também as negativas são parte natural do ser humano. Podemos usar a palavra "negativa" para descrever emoções mais difíceis e desafiadoras, mas isso não significa que essas emoções sejam ruins ou que não devamos tê-las. O que importa é como nossas emoções estão equilibradas - quanto de cada tipo de emoção, positiva ou negativa, experimentamos.

emoções negativas e suas consequências

As emoções negativas nos alertam sobre ameaças ou desafios com os quais podemos ter de lidar. Elas nos ajudam a identificar um problema para que possamos lidar com ele. O medo, por exemplo, pode nos alertar para um possível perigo. É um sinal de que precisamos nos proteger. Sentimentos de raiva nos avisam que alguém está ultrapassando os limites ou violando nossa confiança ou integridade. Ela pode ser um sinal de que precisamos agir em causa própria.

Entretanto, manter o foco na negatividade apenas faz com que essas emoções se intensifiquem ao ponto de encontrarmos dificuldades em lidar com os problemas do dia a dia. Quando essas emoções estão desequilibradas, os problemas podem parecer grandes demais para lidar.

A negatividade pode vir na forma de crítica, obstrução, desprezo, ataque, pessimismo, perfeccionismo e defensividade. Todos esses comportamentos podem afastar as pessoas, incluindo seu par. Quanto mais nos concentramos nas emoções negativas, mais negativos começamos a nos sentir. 

Nos relacionamentos, o efeito da negatividade amplia os defeitos do outro, reais ou imaginários, a começar pela ingratidão, porque você também pode se deixar influenciar por um excesso de confiança interna que amplia suas próprias forças. Então você se pergunta como ele/ela pode ser tão egoísta e tão cego para suas virtudes - para tudo o que você faz por ele. 

Declarações que desqualifica o par. Podem surgir na forma de comentários irônicos, cinismo, zombaria ou mesmo xingamentos. 

Ataque verbal na forma de crítica destrutiva. É diferente da crítica construtiva, pois ataca a própria essência da pessoa.

Assumir uma postura defensiva, demonstrando indignação e se colocando no papel de vítima. Ao ser defensiva, a pessoa transfere a culpa para o par e a discussão não é resolvida.

Modo de se retirar do conflito ao não mais responder às críticas do outro. Comportamento comum quando a pessoa sai e deixa a outra falando sozinha ou se desliga do assunto como se não estivesse ouvindo.

Manifestações grosseiras ou violentas na forma de gestos, atitudes e palavras que ofendem e agridem física ou emocionalmente o outro. Os ataques ocorrem frequentemente por intolerância, desrespeito e falta de consideração para com o par.

É muito difícil para um perfeccionista compartilhar sua experiência interna com seu par. Os perfeccionistas muitas vezes sentem que devem sempre ser fortes e no controle de suas emoções. Além disso, são frequentemente hipersensíveis à rejeição percebida ou possível evidência de fracasso, e há uma rigidez fundamental na postura implacável de se preparar para o fracasso.

Ao estabelecer um padrão pessimista, a pessoa acaba não demonstrando seus verdadeiros sentimentos. Isso significa que elas vão evitar falar sobre o que sentem e pensam. Esperando com frequência que o pior aconteça, acabam fazendo acusações injustas e, com isso, gerar conflitos  no relacionamento.

implicações das emoções no relacionamento conjugal

Quando estamos em relacionamentos românticos, desejamos nos expandir incluindo nosso par dentro de nós mesmos e da mesma forma, associamos essa expansão de nós mesmos com o outro. Essas forma de “contágio” é outra maneira pela qual as emoções positivas podem melhorar o relacionamento.

Você já percebeu como, quando passa um tempo com seu par, você acaba sentindo as emoções que ele está experimentando?  O contágio emocional é bastante complexo e muitas vezes acontece abaixo do nível de nossa consciência. 

Se por um lado, as emoções negativas que sentimos, por exemplo podem facilmente se espalhar para nosso par e vice-versa e isso pode afetar não apenas como nos sentimos, mas também como nos comportamos.

Da mesma forma podemos contagiar e sermos contagiados com emoções positivas. Elas podem animar nosso espírito, nos encher de gratidão e nos energizar com interesse. Esses estados ampliam nosso pensamento e abrem nossos corações, permitindo que nos conectemos mais estreitamente um com o outro.

cultivando emoções positivas

Ao contrário das emoções negativas, que são adaptadas para fornecer uma resposta rápida a uma ameaça, as emoções positivas possibilitam criar situações seguras e ambientes controláveis. Elas nos leva à busca de novos recursos que suplantam o estado emocional negativo permitindo que sejamos mais criativos, motivados e resilientes ao estresse.

Os casais que reconhecem e apreciam as forças e cultivam as emoções positivas um do outro obtém níveis mais altos de satisfação no relacionamento, no pertencimento, na autonomia, na satisfação sexual e mais comprometimento no relacionamento.

As emoções positivas incluem respostas de situações agradáveis ​​ou desejáveis, que vão do interesse e contentamento ao amor e alegria. Essas emoções são marcadores do bem-estar geral das pessoas. Estudos demonstram que a construção e ampliação das emoções positivas levam a repertórios ampliados de pensamentos e ações que ajudam a construir recursos que contribuem para o sucesso futuro. Elas contribuem para ampliar os vínculos interpessoais, contribuem para a saúde física e mental e fortalece os relacionamentos.

São elas que ajudam as pessoas a estabelecer conexões fortes de intimidade e confiança e a se sentirem mais próximas e envolvidas emocionalmente. E quanto mais você continuamente desperta sentimentos positivos em seus relacionamentos, mais conectado e feliz você se sente no geral.

A positividade está associada à felicidade, saúde, generosidade, empatia e melhores resultados gerais nos relacionamentos e no trabalho. Elas podem ampliar nossos horizontes, nos tornar mais criativos e nos ajudar a resolver problemas. Existem várias maneiras de cultivar emoções positivas. Vejamos algumas delas:

Alegria: Quando ficamos surpresos ou encantados com uma coisa boa e inesperada, a alegria segue. Ela é um sinal de que a situação é segura e nos incentiva a abraçar a experiência e saborear o momento.

 

Gratidão: A gratidão é o que surge quando reconhecemos que o esforço de outra pessoa criou um benefício para nós. Ela também está presente nas gentilezas oferecidas e no tempo que investimos em algo específico ou simplesmente abrangente, muitas vezes acompanhado de humildade e até mesmo reverência.

 

Orgulho: Quando alcançamos uma meta ou contribuímos de maneira importante, sentimos orgulho de nossas próprias habilidades e realizações. É uma sensação de aprovação de si mesmo e prazer em uma conquista, habilidade ou atributo pessoal.

 

Serenidade: A serenidade é um sentimento calmo e tranquilo de aceitação de si mesmo. Ela nos incentiva a saborear o momento presente e a reavaliar nossas prioridades, aprofundando nossa compreensão de nós mesmos.

 

Interesse: É um sentimento de curiosidade ou fascínio que exige e capta nossa atenção. Ele nos convida a explorar e aprender para que possamos adquirir conhecimento e expandir nossa capacidade de realização.

Diversão: É uma sensação de prazer e alegria despreocupada com o que está acontecendo ao seu redor, especialmente em situações como uma atividade de lazer ou reunião social.

 

Esperança: A esperança é a emoção positiva que sentimos quando imaginamos um futuro melhor e muitas vezes nos ajuda em tempos difíceis. Embora possa ser acompanhada de medo ou tristeza, a esperança nos leva a tomar medidas para criar um amanhã melhor por meio da sustentação do otimismo e da resiliência.

 

Inspiração: Sentir-se envolvido, elevado e motivado por algo que testemunhou. Quando vemos outra pessoa agir com o melhor de si, somos inspirados a nos esforçar para dar o nosso melhor. Quer testemunhemos um ato de alto caráter moral ou um desempenho exibindo excelência e maestria, a inspiração nos ajuda a conectar a grandeza dos outros ao potencial de grandeza em nós mesmos.

 

Otimismo e confiança: Emoção positiva e esperançosa que nos encoraja a olhar para um futuro brilhante, no qual confiamos que as coisas vão dar certo.

 

Admiração e surpresa: Algo é realmente incrível quando nos atrai e nos traz uma sensação de conexão com algo maior do que nós. Bondade ou beleza grandiosa, como uma visão do céu estrelado de um lugar remoto, pode nos parar em nosso caminho, dominados pela admiração e pelo respeito. Essas emoções transformam nossa visão do mundo e nosso lugar nele.

Amar: A emoção positiva sentida com mais frequência como uma experiência compartilhada de qualquer uma das emoções positivas acima com alguém. Esses momentos nos permitem conhecer os outros mais profundamente e focar no seu bem-estar.